sábado, 11 de junho de 2011

Cirurgia Bariátrica (Redução de Estômago): A decisão de fazer a cirurgia

Como já disse aqui no blog, no dia 11 de abril desse ano (2011) me submeti a uma Gastroplastia (cirugia bariátrica ou redução do estômago). Todos sabem que é uma cirurgia que gera uma mudança radical na vida de quem faz, e tomar coragem pra fazê-la não é algo fácil, muita coisa tem que ser levada em consideração. Desde o dia que pensei em fazer a cirurgia e o dia que a fiz passaram-se mais de 13 meses, sendo que 4 deles foi decidindo se faria mesmo a cirurgia, e sei que muitas pessoas estão assim, por isso hoje vou compartilhar com vocês a minha experiência no momento de decidir fazer ou não a cirurgia.

Hoje eu tenho 31 anos e fui magra até os 25, o meu ganho de peso foi muito rápido, quando percebi já estava muito acima do peso ideal, tentei fazer várias dietas e tomei muitos remédios também, o que só piorou a situação, na verdade, eu engordei mesmo por causa de remédios pra emagrecer, pois estava uns 5 kg acima do meu peso e tomei um indicado por uma amiga (isso é um perigo!!!), emagreci uns 8kg em 1 mês, fiquei feliz da vida, mas depois que parei de tomar engordei o dobro, daí tomei outra vez e emagreci só 5kg e depois engordei mais e assim aconteceram várias vezes e cada vez mais fui ganhando peso.

Eu nunca tinha pensado na hipótese de fazer a cirurgia porque na minha cabeça era vaidade fazer uma cirurgia desse porte só pra ficar magra, eu não entendia que a obesidade é uma doença e o melhor benefício da bariátrica é a saúde!

Em março de 2009 uma amiga (a Jéssica Bueno, que hoje é como uma irmã pra mim), que na época era só conhecida, fez a cirurgia, mas como eu não tinha muito contato, só observava a transformação dela de longe, e percebi que cada dia que passava ela estava mais feliz e ativa, sem contar que estava linda de viver. Com o passar do tempo fomos nos aproximando, mas nunca tinha conversado com ela sobre a cirurgia, até que um dia eu a vi com uma roupa linda, uma calça bem apertadinha e uma bota cano alto e comecei a lembrar que eu amava me vestir assim, e imaginei que nunca mais eu conseguiria usar esse tipo de roupa, e a primeira atração que eu tive pela cirurgia partiu de uma simples vaidade.

Nesse dia (foi em março de 2010), mais tarde, sem querer (providência divina!!!) nos encontramos em um restaurante e comecei a perguntar pra ela sobra a cirurgia e ela me explicou tudo bem direitinho e me chamou pra assistir a palestra que o nosso médico, Dr. Orlando Faria, dá uma vez por mês aqui em Brasília (toda primeira terça-feira do mês às 20hs no auditório Parlamundi no templo da LBV - 915 sul). Não consegui dormir nesse dia pensando na hipótese de que poderia ser magra novamente, mas meu marido não ficou muito animado com a idéia.

Em abril eu fui na palestra e meus olhos foram abertos, descobri que a obesidade é uma doença, na maioria das vezes genética e que trás complicações gravíssimas à nossa saúde, eu estava doente há muito tempo e não sabia, estava pré-diabética, sentia fortes dores na coluna e nos joelhos, tinha gastrite incontrolável, estava com apnéia do sono, esteatose hepática (gordura no fígado) e muitas outras coisas (descobri tudo isso nos exames pré-operatórios) . Acho que uma das coisas que acontecia era que eu me culpava por estar gorda e achava que merecia estar assim, nesse dia percebi que tem muitos outros fatores que fazem uma pessoa engordar. Fiquei muito feliz e mais empolgada ainda para fazer a cirurgia, mas ainda faltava algo muito importante pra mim: o "sim" de Deus, do meu marido e dos meus pais.

Sou cristã e pra mim era muito importante que eu sentisse paz no meu coração pra fazer a cirurgia, pois esse seria o "sim" de Deus pra mim, o que aconteceu depois de 3 meses orando. O "sim" do meu marido veio quando ele assistiu a palestra (em maio de 2010) e conheceu algumas pessoas que tinham feito a cirurgia, foi muito importante o apoio dele durante todo o processo. Meus pais não ficaram muito felizes não, mas apoiaram minha decisão quando perceberam que era algo que eu queria muito.

Em abril de 2010 minha avó faleceu em decorrência de complicações da diabetes, doença que toda a família tem, e no velório dela eu vi meus tios e tias, todos acima do peso, hipertensos e diabéticos chorando em volta do caixão... Naquela hora me deu um medo tão grande de ter o mesmo fim que ela, e eu sabia que se minha saúde não mudasse, não seria diferente. Na palestra eu tinha visto que ao se submeter a cirurgia a maioria das pessoas que tem essas doenças ficam curadas... foi aí que decidi de verdade que queria operar! Não queria passar pelo que minha avó passou.

O que me atraiu para a cirurgia foi uma calça colada e uma bota de cano alto, mas o que me convenceu de fazê-la foi o medo de passar pelo que minha avó passou.

Quando descobrimos o tanto que a obesidade é devastadora pra nossa saúde, a vaidade se torna algo secundário, o medo de morrer é muito maior do que a vontade de ficar bonita. 

Outro ponto muito importante na minha decisão foi a vontade de engravidar, não tenho filhos ainda e se continuasse dessa forma jamais engravidaria na minha vida.

Eu tinha muito medo de operar, ninguém faz idéia do tamanho do meu medo! Por isso os "sim" eram tão importantes pra mim, pois me dariam mais segurança. Outro ponto importante para reduzir o medo foi a confiança que tive na equipe do Dr Orlando, depois de muito pesquisar, vi que realmente é o melhor gastro-cirurgião de Brasília e sua equipe é muito competente também.

Pesquisei tudo, mas tudo mesmo, a respeito da cirurgia, fui em várias palestras antes da minha primeira consulta, mas isso é assunto pra outro post :)

Então, resumindo, os fatores mais importantes pra mim na hora de decidir fazer a cirurgia e conseguir fazê-la, foram:

- Os "sim" das pessoas importantes na minha vida - Deus, marido e pais;
- Medo das doenças desenvolvidas pela obesidade (que soube da existência delas na palestra e vi o resultado delas na morte da minha avó);
- A vontade enorme de engravidar saudável;
- Confiança no profissional que realizaria o procedimento.

Por enquanto é isso pessoal, aos poucos vou postando mais coisas sobre essa experiência maravilhosa que estou vivendo!!!

Beijos a todos e fiquem com Deus!!!




7 comentários:

LIZ VIEIRA disse...

Amiga eu não sabia sobre sua avó, é realmente deve ser muito difícil. Acredito que a sua decisão em fazer a cirurgia foi muito corajosa, mais também a melhor opção. Você está linda e cada dia vai ficar melhor.

Sucesso
Liz

FashionAndManagement disse...

Parabéns pela decisão, e com certeza voce fez a escolha certa. Deus sempre esteve na frente, desde o momento da sua decisão. Você é linda, sua beleza exala... sou sua fã! Beijos!

Eduada Alves disse...

oiee flor, li o seu blog e amei! É muito lindo, o design então, é super divo! Beeijos e boa sorte com o blog. :*
www.blogdaduds.com

Viciadinha em Make disse...

Ai amiga só vc mesmo pra aliviar meu coração... É realmente uma decisão muito dificil e seus posts estão me tranquilizando sabe. Obrigado pela força amiga! Que Deus continue lhe abençoando! =)

Lorah disse...

oi,moça parabens pela sua decisão
estou com a situacao semelhante a sua preciso tomar essa decisao,pois cada vez q tomei remedios p emagrecer engordei mais ainda e hj passo por momentos tristes com a obsidade na minha vida ,mas preciso de ajuda sera que voce pode me ajudar?
meu e-mail: mfalves@almavivadobrasil.com.br
com esse e-mail se possivel gostaria de poder contar com ajuda para minha decisao
abraços

Nara disse...

Olá, entrei por acaso em seu blog e ADOREI!!! Estou passando pelos mesmos passos que você para fazer minha cirurgia de redução de estomago e ver tudo como você está vencendo me encheu de alegria. Sucesso e fica com nosso Pai Eterno. Bjsssssssss

Camila Bueno disse...

Manu amei seu blog.
Estou curiosa sobre a cirurgia! existe uma quantidade de peso que vc deve ter para poder faze-la. Estou com problema serio na coluna (hernia de disco)pelo excesso de peso e sofrendo muito, hoje estou com 75 kg e 161 de altura, meu peso seria em torno de 55+ ou -, sei que parece pouca coisa mais nao consigo emagrecer. vc sabe como é sofrida essa vida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...